quarta-feira, junho 27, 2012




Hoje, os olhos de todos os portugueses estarão postos em vós, e vêm-nos à memória ecos da nossa história antiga: Atoleiros, Aljubarrota, primeiro de Dezembro de 1640…

Sois herdeiros dessa brava gente cuja vontade férrea moldou Portugal. Sois herdeiros desses avós egrégios que ireis cantar antes do jogo.

Como eles esperamos que sejam bravos, que não se deixem esmorecer, que lutem até ao fim, levantando bem alto o nome da nossa Pátria, da nossa gente.

Basta-nos isso e estaremos convosco em todas as horas. Nas vitórias e nas derrotas.


Vamos a eles!


sexta-feira, junho 01, 2012


Imagino-te a escreveres-me cartas de amor.
Cuidadosamente escolhes as palavras enquanto brincas com a caneta.
Tinta permanente.
Cuidadosamente dobras o papel em três,
desdobras para reler,
tornas a dobrar.
Cuidadosamente o papel dobrado em três
desliza para dentro do sobrescrito.
Cuidadosamente escreves-te como remetente.
Cuidadosamente escreves a morada da destinatária.
Descuidadamente não é a minha.

01/06/12



Do destino

O dia 18 no Eternas Saudades do Futuro

http://do-futuro.blogspot.pt/2012/06/carteira-de-senhora.html